A cobra fumou no Brasil • Segunda Guerra Mundial

Algumas pessoas achavam que era mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra. Eles estavam enganados. A cobra fumou na Segunda Guerra Mundial.

Um militar da Força Expedicionária Brasileira aparece sorrindo na foto, alimentando uma arma com um cartucho de bomba. Na peça, uma inscrição improvável, uma breve mensagem aos inimigos que receberiam o ataque: “A cobra está fumando” Via Página Cinco.

“A cobra está fumando” é um lema criado pela Força Expedicionária Brasileira (FEB) como uma resposta irônica aos que acreditavam ser mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar em um guerra.

O Brasil declarou guerra à Alemanha e à Itália em 31 de agosto de 1942, em resposta aos ataques de submarinos alemães contra navios brasileiros no Oceano Atlântico. Os aliados do Brasil foram os Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e União Soviética.

A FEB foi então criada em 9 de agosto de 1943, para participar da Segunda Guerra Mundial, atuando na Itália e conseguindo tomar o morro do Monte Castello, posição estratégica para as defesas alemãs nos Apeninos. Mais de 25 mil soldados brasileiros trabalharam nos campos de batalha na Europa.

450 soldados brasileiros, 13 oficiais e 8 pilotos morreram e aproximadamente 12.000 feridos nos combates. Os soldados que morreram nas campanhas na Itália tiveram seus restos mortais cremados e transferidos em 1960 para o Brasil, sendo então enterrados no monumento do Rio de Janeiro que homenageia os sacrificados em combate. (Infoescola)

Hoje, 21 de fevereiro, comemora-se o 76º aniversário da vitória da FEB, e o Arquivo Nacional do Brasil proporcionou uma exposição virtual “desta Força Expedicionária Brasileira: praças no teatro de guerra”. Você pode conferir aqui.


Fontes: Arquivo Nacional | Infoescola

Foto em Destaque: Arquivo Nacional via Flickr